Lê. Faz-te mal.

  • Homem deitado no chão

    Sobre a eutanásia

    Sempre fui ingénuo o suficiente para imaginar o melhor mundo como aquele em que as palavras têm, como aspirava o Profeta Maomé, um e um só significado. E é foi pressuposto que acompanhei, de forma apreensiva, a apresentação de argumentos, apoiando ou contrariando as propostas de lei a apresentar na Assembleia da República sobre a […] Mais

  • Imagem de Hanuman

    O que é isso de Intercultural?

    Eram aí uns 7 ou 8, numa reunião parda, com os pardos traços de excentricidade e irreverência empresarialmente toleradas, de criativos pardos, para um cliente efémero que desejava comercializar em Portugal, computadores montados na Índia. O briefing, entre outros chavões, deprimentes por banais, reclamava um nome fraturante mas associável ao país e à profunda e […] Mais

  • Preguiça de 3 dedos

    Preguiça

    Sou um preguiçoso dos diabos. Inequívoca e explicitamente preguiçoso. E não me considero um procrastinator, pois, na minha cabeça, embora aceite que se possa substituir um traço de caráter por uma condição psicológica logo, algo à partida fora do alcance do indivíduo, impedindo-o de a esse algo obstar, na minha cabeça, dizia, chamar-me procrastinator seria […] Mais

  • Elétrico do Porto - 22 Batalha

    O início de tudo

    Tudo começa com uma viagem. Mesmo quando não sais do país, da cidade, de casa ou ti mesmo. Aquele momento em que sentes que tu já não és tu e o que vês não é mais o que vês. Quando começa, raramente o sabes. Ainda que a viagem seja física, vás a Vigo às ostras […] Mais

  • Duas canecas

    Se ao menos me ouvisses

    – (…) Desculpa, que queres de mim?
    – Apenas que me ames. Será pedir muito?
    – Sabes bem que não posso. Não sabes?
    – Deveria saber? Que me disseram os teus olhares cúmplices… Mais

  • Rosto de Hipólita

    Hipólita?

    Mal abriu os olhos e viu pela primeira vez o mundo fora do manto protetor do ventre de sua mãe, Hipólita encheu o peito do ar fresco da ilha, sentou-se no berço onde a haviam colocado, olhou Otréra com carinho e saltou dele como quem salta uma cerca de jardim, branca, com ripas brancas rematadas em bico; um prenúncio da vida atribulada que a esperava. Mais

  • relvado com margaridas silvestres

    Fuck’in eden

    Abril 25, 2010 Sonho descobrir um lugar que conheço há muito, muito tempo; Um sítio onde não tenho idade, porque tem piedade o tempo que a cada minuto arranca o fulgor da juventude encarcerada na mente enlevada, não importa o que aconteça, sem que se meça, ou se mande medir, os contornos dos actos e […] Mais

  • Néon “Deve ser aqui”

    (des)Assunção

    Quando, com sete ou oito anos, de pé num dos primeiros bancos da igreja, ouvindo o padre e temendo os puxões de orelhas das velhas se olhássemos sequer para o lado, ou para cima quando tocava a sineta, imaginava a sorte que tinha em ser Português. Imensa a sorte pois que Jesus e os seus […] Mais

  • vendedor ambulante

    Do que ninguém gosta

    Corria o ano dos anos mais loucos que vivemos Em anos presos uns aos outros como uvas como Dias e semanas que se ligam e que se fundem Em massas indistintas; corre tempo e nada mais Era o ano dos horrores; era o ano dos amores Imperfeitos feitos para todas as redes sociais Imóveis no […] Mais

  • villain / vilão

    Acabou!

    Ok, acabou. Continua aqui. Mais

  • Fetos em fundo negro

    Era uma vez a humanidade

    Muito pouco de nós ainda têm os confortos modernos como os de meados do séc. XXI, confortos esses, exponenciados hoje em dia, para lá do que qualquer processo criativo ou imaginativo que qualquer pessoa de então poderia antecipar. Apesar do progresso tecnológico registado, um desejo revivalista impele-nos a usar os aparelhos pessoais do início desse […] Mais

  • villain / vilão

    Coração

    – Que sente? – Nada. E na verdade, tudo. É uma sensação de desconforto tão ligeira que é como se todo o ar do mundo me caísse em cima. – Anseia? – Por nada especial. Por ser pai; por ser homem. As ânsias exigidas aos pais e aos homens, creio. Tão longe fico nesta dor, […] Mais

  • Bombos

    Coração

    – Que sente? – Nada. E na verdade, tudo. É uma sensação de desconforto tão ligeira que é como se todo o ar do mundo me caísse em cima. – Anseia? – Por nada especial. Por ser pai; por ser homem. As ânsias exigidas aos pais e aos homens, creio. Tão longe fico nesta dor, […] Mais

  • villain / vilão

    Cacofonia

    Uma cacofonia enche-me os ouvidos como água de uma piscina onde um sol abrasador me força a mergulhar e dela sou impedido de sair por um vento cortante. São vozes de mulheres e homens, de coisas que passam e cães que, de ladradores, ladram, estrepitosas umas, basais outras, ora em confronto ora em conluio; são […] Mais

  • painel abstrato

    De partida, chegada

    Perante a inevitabilidade da decisão tomada, aproximou-se da enorme lareira aberta. Atirou de um lanço metade do Brandy que tinha no copo para o fogo logo o consumir numa chama azul, sem rasto nem história. Olhava o fogo sem chama no olhar, mantinha o braço direito esticado na direção do fogo, palma aberta, voltada para […] Mais

  • villain / vilão

    Aos olhos, apenas os olhos

    Quando alguém procura desesperadamente o amor,até se esquece que as sereias são monstros. – Inspirado em Goethe Mais

Para o topo

Ad Blocker Detected!

Esta página não faz publicidade mas liga-te a outras páginas de projetos com sentido social e pedagógico. Desliga o adblocker para as poderes ver.

Refresh