Mais posts

  • villain / vilão
    in

    Infecção 1

    Sempre fui um vampiro. Durante mais de 10 000 anos existi numa não vida, como um não ser. Era perfeito, era equilibrado, era belo na certeza das coisas eternas. Eras passaram por mim sem que desse conta ou sentisse sequer cansaço ou fastio. Renovaram-se, evoluíram, homens e demais bichos, moveram-se montanhas, secaram e encheram-se rios. […] Mais

  • villain / vilão
    in

    A santa

    Há uns anos, já não sei bem há quantos mas poucos, li num jornal que para os lados de Gondomar, Portugal, havia uma rapariga que não comia. Dizia o jornal: Jovem Gondomarense foi abençoada com aparição de Nossa Senhora há cinco anos, logo acamou e alimentando exclusivamente desde então de preces próprias e alheiras. Sou […] Mais

  • villain / vilão
    in

    O homem de metal

    Havia um homem que corria a cidade de Bíblia na mão. Era velho, sujo, desgrenhado, irascível com os transeuntes, falava alto e de forma inconveniente, cheirava mal quando, no inverno, a chuva lhe ensopava o corpo e cheirava mal quando, no verão, o sol lhe sobreaquecia a ossatura. Ninguém o queria por perto, as crianças […] Mais

  • villain / vilão
    in

    Como avaliar?

    Tenho cada vez mais dificuldade em avaliar as acções dos humanos. Poderá a grandeza da tarefa ser medida em função exclusiva do mérito do agente? Poderá este agigantar-se apenas porque fez algo grandioso? Deverá julgar-se o agente pelo impacto que criou por via da acção que empreendeu? Onde está o valor, a bravura, o esforço? […] Mais

  • villain / vilão
    in

    O homem da sala das raridades

    Lembro-me de uma fugaz passagem pela corte do Rei Sol. E desse tempo embrenhado em futilidade e maquinação como nunca antes havia visto, recordo um episódio de descoberta e espanto. A corte de Luís XIV era, entre muitas outras coisas, abrangente. Nela podíamos encontrar toda a sorte de vilania e bajulação; nobres ricos e poderosos […] Mais

  • villain / vilão
    in

    Os cães da minha vida

    Há muitos anos, antes mesmo de me tornar vampiro, num tempo em que ainda vivia mas ainda não sabia o que era viver, ou estava então aprendendo a viver, passaram três cães pela minha existência. Os três animais foram contemporâneos, dois partilhavam o espaço em frente à minha casa e outro as traseiras. Ringo, o […] Mais

  • villain / vilão
    in

    Estibordo / Bombordo

    … Noutras alturas o mar bate empurrado pelo vento, estropia-se nas pedras, faz salpicos que o vento empurra para a praia. O sol ladrilha tudo de luz esbatendo o verde para os cantos do mar, para os fundos da vista, para a crista das ondas no momento em que estas se consomem pela própria força. […] Mais

  • villain / vilão
    in

    Esqueci

    Quase já não me lembro do que era acreditar. O conforto de chamar por Deus; de pedir ajuda sem a desilusão da Sua indiferença; de agradecer por algo que podia ter corrido pior; de reconhecidamente me obrigar a pagar pela recompensa do meu esforço; de voluntariamente me diminuir perante o nunca visto e jamais percepcionado; […] Mais

  • villain / vilão
    in

    O astronauta

    Em 1969, os humanos, ou uma ínfima fracção destes, realizaram uma proeza que tenho por insuperável. Dando seguimento natural à sua impelente vontade, abandonaram as mais ou menos conhecidas paragens terrenas e partiram à conquista de novas fronteiras, fazendo pousar em segurança dois dos seus na superfície lunar. Observei a transmissão e fiquei estupefacto. Ver […] Mais

  • villain / vilão
    in

    Nada como a dor

    Estes humanos metem nojo no seu egoísmo galopante ao fazerem do medo da sua morte dor pela morte de outros humanos.Que coisa mais sobre apreciada a vida em toda a sua futilidade e apego ao vão de viver sob a ameaça da morte escondida.Felizes os vampiros que permanecem intocados não vivos perante a vida que […] Mais

  • villain / vilão
    in

    Pessoa

    Vivesse, o que seria espantoso mas não impossível nem inédito, Fernando Pessoa celebraria o seu centésimo, vigésimo aniversário. Trinetos ou outros parentes mais lá para a ponta de um ramo familiar tivesse, que bem lhe quisessem, e teria uma festa de anos. Ao ser encomendado o bolo de aniversário, os bufos da ASAE certamente delatariam […] Mais

  • villain / vilão
    in

    O prego

    Durante algum tempo, conservei um prego. Um prego de galeota. Um prego para madeira  Um pouco maior que uma mão travessa. Um prego grande, para madeira. Usado na construção civil. Os trolhas, e demais artistas, da argamassa e do piropo, usam-no para suster cofragem, montar andaimes, fixar barrotes, improvisar bancos para o almoço, abrir a […] Mais

  • villain / vilão
    in

    O boi

    Aquela manhã era o prolongamento do sonho da noite. Mal tinha começado e já estava bem desperto e cheio de fome, atravessando os campos entre a minha casa e a casa dos meus avós, antecipando o pequeno almoço. Uma espessa névoa repousava sobre os campos, mística, densa, permitindo ao sol apenas uma réstia da sua […] Mais

  • villain / vilão
    in

    Complicado é ser simples

    Complicado é ser simplesDifícil é seguir a via fácilEliminar o que é adereçoConcentrar-se no óbvio Esperar apenas amanhãEsperar sem parar hojeEsperar sem esperarAguardar aguardando Tremenda a complicação de serUm ser que se quer simplesRicamente despojado da riquezaQue empobrece a vida Empurrado a mais terImpelido a conseguirTudo que houver e serInfeliz a cada conquista Fulano morreu […] Mais

  • villain / vilão
    in

    É o sopro do teu corpo quente

    É o sopro do teu corpo quenteQue sossega a minha alma doenteÉ o teu olhar límpido que me dizQue afinal é bom ser feliz Que vontade de me perderNo limbo da seduçãoXutar indolência e beberDa vida com devassidão Que desejo de esquecerO humano que há em mimCortar-me de quem me querPartir numa fuga sem fim […] Mais

  • villain / vilão
    in

    Gostaria de começar pequeno

    Gostaria de começar pequenoUm pirilampo em meda de fenoBrilhozinho verde no escuroA esperança vagando no futuro E depois crescia só um poucoO arregalar do olhar do loucoA luz fortalecia e amarelavaDeixando a meda iluminada Sinto-me agora com mais forçaEsboço pinotes qual ágil corçaNão é pirilampo nem pequenoVai na curva ascendente do seno Como todos tem […] Mais

  • villain / vilão
    in

    Porque és tão mau para mim?

    Disse Deus a Moisés:– Verás apenas a Terra Prometida, não a pisarás. Moisés retorquir a medo:– Senhor, levei vida casta e devota a Ti. Porque me castigais? Deus, impacientado, responde secamente:– Pega lá nas três tábuas e, ao chegares junto do meu povo, logo o saberás. Mais

  • villain / vilão
    in

    Dez mil candeeiros

    Há dez mil candeeiros na tua ruaE dez mil portas iguaizinhas à tuaDez mil vasos em soleiras poisadosOferecidos por dez mil namorados Uma rua onde tudo é tão parecidoQue parece um só canteiro floridoE em cada casa uma rosa vermelhaQue por amor revela sua centelha Dez mil corações clamam seu amorDez mil peitos projectam seu […] Mais

  • villain / vilão
    in

    Este é o tempo comprido

    Não dei por ter nascidoDarei pela minha morte?Terei já morrido sem saberOu estarei ainda por nascer Por vezes vivo perdidoOutras vivo de pulso forteSem medo ou cuidado no porvirVendo as horas dos dias a fugir Este é o tempo compridoTempo de labor e de corteÉ o melhor que podemos terLivre para beijar e aprender Passa […] Mais

  • villain / vilão
    in

    No dia em que o artista morreu

    Todos os dias conduzem à morteE todos os dias estendem a vidaProlongam-na para lá do expectávelArrastam-se penosamente iguais Se todos os dias são bons para morrerEntão todos os dias são maus para viverVivam todos os dias em que se vivePorque em qualquer outro se morre Mais

  • villain / vilão
    in

    Será que longe estremeces?

    Será que longe estremecesQuando penso que te amoQue pensamentos tu tecesQuando penso que te amo A meio de um dia qualquerSeja ele um dia feio ou beloOuvirás meu coração baterTão forte como um martelo O sol nasce e penso em tiQuando se espelha no marLembro-me dos sóis que viEm teus braços a namorar Sabes no […] Mais

  • villain / vilão
    in

    O Urso de Pelúcia

    Ao que parece, um erro de publicação, impediu os ávidos leitores de tomarem contacto com O Urso de Pelúcia. Pois bem, aqui está uma forma de o fazerem. Desta vez sem erros e de fácil leitura. Ler O Urso de Pelúcia Mais

  • villain / vilão
    in

    Fuck’in eden

    Sonho descobrir um lugar que conheço há muito, muito tempo; Um sítio onde não tenho idade, porque tem piedade o tempo que a cada minuto arranca o fulgor da juventude encarcerada na mente enlevada, não importa o que aconteça, sem que se meça, ou se mande medir, os contornos dos actos e as suas sombras […] Mais

Load More
Congratulations. You've reached the end of the internet.