Lê. Faz-te mal.

  • Ramos frondosos

    Pudesse eu

    É domingo e, lá fora, o céu é de azul grisalhoÁrvores pastoreiam pássaros nos seus galhosVelhos, indiferentes ao seu sacrifício, circulamEu leio Pessoa e escuto, na rádio fria, ZambujoE estes versos surgem por mão um intruso sujoFarto das paredes enquanto velhos circulam É primavera e não sinto a frescura dos sons Nem as folhas verdes nem […] Mais

  • Parede com grafiti

    Amor em tempos fechados

    Amar-te é hoje lembrar todos os beijos trocadosAmar-te é hoje acariciar a tua face com o olharÉ Revisitar um livro de cores, odores e saboresNo sempre cálido rio onde nos vamos banhar [e]Secar-mo-nos a panos de esperança bordados Mais

  • Parede com grafiti

    A cidade

    A minha cidade está vazia Como uma casa de pedra Que de tão vivida ficou fria Uma ínfima sombra medra Um peneireiro voa na VCI Uma vinha súplica a redra O ar cheira a ficar por aqui Á’braçarmos com a alma Abraço e o beijo que perdi No encontro de quem ama Na leveza pura […] Mais

  • Parede com grafiti

    Volto costas à ominosa fazenda que se veda nos dias infectos em pantalhas enfermas

    Volto costas à ominosa fazenda que se veda nos dias infectos em pantalhas enfermasA janela é natureza viva de plantas indiferentes; keine bewegungRespiram; esticam novas folhas de ramos velhos; exalam flores em imóveis correrias pela vida Ho violentato una donna; e a sua fúria é a de sempre; kill’em all Só as pessoas; só os […] Mais

  • Parede com grafiti

    Segurando ao colo as cinzas do que foi o colo do pai

    Segurando ao colo as cinzas do que foi o colo do paiOlho as roseiras aos pés; pequenos caules de verde espinhoso e rosa promissor e grandeTento não pisar as roseirasTento não pisar as memóriasNa ponte o comboio leva para lá do rio a memória de ser filho; A roseira aos pés desponta para as memórias […] Mais

  • Homem saltando de cascata

    Sobre a Exclusão Social

    Parabéns Pedro!Com 16 novas leituras, o seu artigo foi o item de pesquisa mais lido da sua instituição.Alcançado em 2 de março de 2020. Artigo: Sobre a Exclusão Social Mais

  • Parede com grafiti

    Mais vale escrever do que viver

    “Mais vale escrever do que viver, ainda que viver não seja mais que comprar bananas ao sol, enquanto o sol dura e há bananas para vender.” (Fernando Pessoa) O escritor, o poeta, é o que numa frase, cose toda uma vida. Ah, Fernando, que saudades tenho de beber uma ginja contigo; cotovelos opostos (porque és […] Mais

  • Macaco mirando-se ao espelho

    Sobre o racismo

    A propósito da saída do jogador do futebol clube do Porto Moussa Marega, das rastas da ministra Sueca da Cultura e da Democracia Amanda Lind, mas não só. Antes mesmo de pensar sobre o racismo na sociedade portuguesa ou em todas as sociedades; antes mesmo de pensar sobre o racismo na atualidade e historicamente; antes […] Mais

  • Homem deitado no chão

    Sobre a eutanásia

    Sempre fui ingénuo o suficiente para imaginar o melhor mundo como aquele em que as palavras têm, como aspirava o Profeta Maomé, um e um só significado. E é foi pressuposto que acompanhei, de forma apreensiva, a apresentação de argumentos, apoiando ou contrariando as propostas de lei a apresentar na Assembleia da República sobre a […] Mais

  • Imagem de Hanuman

    O que é isso de Intercultural?

    Eram aí uns 7 ou 8, numa reunião parda, com os pardos traços de excentricidade e irreverência empresarialmente toleradas, de criativos pardos, para um cliente efémero que desejava comercializar em Portugal, computadores montados na Índia. O briefing, entre outros chavões, deprimentes por banais, reclamava um nome fraturante mas associável ao país e à profunda e […] Mais

  • Preguiça de 3 dedos

    Preguiça

    Sou um preguiçoso dos diabos. Inequívoca e explicitamente preguiçoso. E não me considero um procrastinator, pois, na minha cabeça, embora aceite que se possa substituir um traço de caráter por uma condição psicológica logo, algo à partida fora do alcance do indivíduo, impedindo-o de a esse algo obstar, na minha cabeça, dizia, chamar-me procrastinator seria […] Mais

  • Elétrico do Porto - 22 Batalha

    O início de tudo

    Tudo começa com uma viagem. Mesmo quando não sais do país, da cidade, de casa ou ti mesmo. Aquele momento em que sentes que tu já não és tu e o que vês não é mais o que vês. Quando começa, raramente o sabes. Ainda que a viagem seja física, vás a Vigo às ostras […] Mais

  • Duas canecas

    Se ao menos me ouvisses

    – (…) Desculpa, que queres de mim?
    – Apenas que me ames. Será pedir muito?
    – Sabes bem que não posso. Não sabes?
    – Deveria saber? Que me disseram os teus olhares cúmplices… Mais

  • Rosto de Hipólita

    Hipólita?

    Mal abriu os olhos e viu pela primeira vez o mundo fora do manto protetor do ventre de sua mãe, Hipólita encheu o peito do ar fresco da ilha, sentou-se no berço onde a haviam colocado, olhou Otréra com carinho e saltou dele como quem salta uma cerca de jardim, branca, com ripas brancas rematadas em bico; um prenúncio da vida atribulada que a esperava. Mais

  • relvado com margaridas silvestres

    Fuck’in eden

    Abril 25, 2010 Sonho descobrir um lugar que conheço há muito, muito tempo; Um sítio onde não tenho idade, porque tem piedade o tempo que a cada minuto arranca o fulgor da juventude encarcerada na mente enlevada, não importa o que aconteça, sem que se meça, ou se mande medir, os contornos dos actos e […] Mais

  • Néon “Deve ser aqui”

    (des)Assunção

    Quando, com sete ou oito anos, de pé num dos primeiros bancos da igreja, ouvindo o padre e temendo os puxões de orelhas das velhas se olhássemos sequer para o lado, ou para cima quando tocava a sineta, imaginava a sorte que tinha em ser Português. Imensa a sorte pois que Jesus e os seus […] Mais

  • vendedor ambulante

    Do que ninguém gosta

    Corria o ano dos anos mais loucos que vivemos Em anos presos uns aos outros como uvas como Dias e semanas que se ligam e que se fundem Em massas indistintas; corre tempo e nada mais Era o ano dos horrores; era o ano dos amores Imperfeitos feitos para todas as redes sociais Imóveis no […] Mais

Para o topo

Ad Blocker Detected!

Esta página não faz publicidade mas liga-te a outras páginas de projetos com sentido social e pedagógico. Desliga o adblocker para as poderes ver.

Refresh

Send this to a friend