in

Um dia

villain / vilão

Um dia, depois de todas as noites em claro e de todos os dias sem amparo.
Um dia, para lá do choro, do desnorte e do ter que ser forte.
Um dia, passados medos, incertezas, culpas e desculpas.
Um dia, tu vais ver. Vais ouvi-lo dizer: Eu consegui; tive força e não fugi.
Um dia, vais ver como se enfada ao perguntares pela namorada. Como vai lutar por um lugar. E falar, falar.
Um dia vai chegar, em que terás orgulho em mostrar o seu nome num placard. Um dia…
Um dia, olhas e não distingues os dois. Pois um dia, o passarinho de asa ferida será ave atrevida. Voará sozinho ou com alguém, e virá sempre à maminha da mãe.
E a tua vida vivida será vida conseguida, de amor preenchida que nunca se deu por vencida.
Um dia, fecharás os olhos e dormirás realizado, sabendo que o circulo fica fechado.
Um dia, mais cedo que a tristeza te deixe agora ver, feliz tu vais ser. Certeza de quem pouco mais pode fazer do que vos amar.

villain / vilão

Se as festas fossem boas…

villain / vilão

Oups!