in

Haiku

Mulher deitada, entre lençóis

Assim te olho
Nua por entre lençóis
De ondas brancas


A Terra um dia
Vai olhar para nós e
Manda um vírus


Mãe, vaso e nau
Que nunca parte em mim
Fica o amor


O corpo fixo
Do tenso peito partiu
Para lá de si


Branca de neve
Casta pela inveja
Do belo fugaz


Pelo teu olhar
Flui o rio do amor
Longo e terno

John Tecuceanu Unsplash

Uma praga para matar outra

Anémonas microscópicas

Porque o método científico liberta