in

A cidade

Parede com grafiti
 A minha cidade está vazia
Como uma casa de pedra
Que de tão vivida ficou fria

Uma ínfima sombra medra
Um peneireiro voa na VCI
Uma vinha súplica a redra

O ar cheira a ficar por aqui
Á’braçarmos com a alma
Abraço e o beijo que perdi

No encontro de quem ama
Na leveza pura da distância
Na felicidade duma lágrima

Flora derrama a fragrância
E bichos reclamam nas ruas
A cidade como sua estância

Onde sós fazem das suas
E nós das janelas olhamos
Com medo notícias cruas
Parede com grafiti

Volto costas à ominosa fazenda que se veda nos dias infectos em pantalhas enfermas

Parede com grafiti

Amor em tempos fechados