in

Desculpa, mas…

villain / vilão

Podia jurar que te vi chorar
Podia jurar que foi por te amar

Não me vi chorar nem poderia
Porque a minh’alma ficou fria

Se por amar te faço chorar
Se por amar a alma me gelar
Vou amar-te mais, tudo que puder
Tudo o que o teu corpo quiser
Tudo que a tua alma abraçar
Para não mais te ver chorar

um edifício mental, construído para reforçar a confusão e manter viva a chama
villain / vilão

De volta à terra…

villain / vilão

Carta a Saddam