Aves em mangal seco
in ,

Fosse eu…

Fosse eu outro e não te amaria
Neste amor a carmim e quente
Fosse eu o céu azul e não seria
Coração que lampeja ao ver-te

Saltasse eu pelo mundo absorto
De quem vê a verdade num pau
E não serias a canção no Porto
De um rio que por ti passo a vau

Fosse eu uma árvore pequenina
E cresceríamos unidos pela vida
Gravarias o teu nome de menina

Na minha casca dura e fendida
E meus abraços seriam a colina
Onde tu farol és leve e divertida

Doação de sangue

Sobre a dádiva

Sombra de estores em parede

Sobre o dia que nasce